Formulário de Busca

E agora Canindé?

sex, 30/11/07
por Décio Sá |
categoria Sem Categoria

?
“JN” mostra que caos no trânsito de São Luís transformou MA em recordista de acidentes

Reportagem do “Jornal Nacional” exibida nesta sexta-feira mostra que o Maranhão é o estado que proporcionalmente tem o maior número de acidentes do país. Isso se deve principalmente à imprudência de motoristas e pedestres, o desrespeito às leis e ao caos no trânsito da capital onde ocorre o maior número de vítimas.

Mês passado o secretário Canindé Barros (Semtur) recebeu, em Brasília, o diploma V Top Nacional de Excelência Administrativa do Instituto Brasmarket e Diário Comércio, Indústrias e Serviços (DCI).

Segundo o Instituto Brasmarket, a capital maranhense tem um dos três melhores sistemas de transporte coletivo do país. A realidade, no entanto, é completamente outra.

Veja aqui a matéria do “Jornal Nacional”.

Castelo manda demitir mais 15 na Emap

sex, 30/11/07
por Décio Sá |
categoria Sem Categoria

O diretor-presidente da Emap (Empresa Maranhense de Administração Portuária), o candidato derrotado ao Senado João Castelo (PSDB), mandou demitir mais 15 funcionários do Porto do Itaqui.

Segundo fontes da empresa, as demissões teriam a ver com um enxugamento na folha de pagamento para que a Emap possa conseguir pagar o restante do pessoal. No entanto, entre os demitidos, há a sensação de que eles foram postos na rua para ceder lugar para aliados de Castelo.

A lista inclui Andréa Pereira e Ricardo Lúcio (Auditoria), Tiago Maciel (Marketing), Juliana Evangelista (Diretoria Administrativa-Financeira), Renno Lúcio de Freitas (Almoxarifado), Sérgio Fecury (Arrecadação), Diogo Nunes (Informática), Ronaldo Martins e Genivaldo dos Santos (motoristas).

Por enquanto, a lista inclui apenas esses noves nomes porque os outros oito estão em férias e só devem ser avisados das demissões segunda-feira. O que os funcionários estranham é a não inclusão na lista da ex-nora de Castelo, Vanessa Vieira da Silva, e de Cíntia Braga, irmã da socialite e festeira Érica Braga.

Mês passado as duas receberam recursos para fazer inscrição, pagar diárias e passagens para participarem de um evento em Fortaleza, mas teriam estourado o dinheiro em Barreirinhas. Elas receberam apenas uma pequena punição.

Cutrim ganha eleição para presidente do TJ

sex, 30/11/07
por Décio Sá |
categoria Sem Categoria

Calma gente, o que o corregedor Raimundo Cutrim venceu foi a eleição simulada entre os funcionários transcorrida durante todo dia na sede do Tribunal de Justiça (TJ) e pela internet para os eleitores do interior. A eleição foi organizada pelo Sindicato dos Servidores da Justiça (Sindjus), presidido por Aníbal Lins.

Foram feitas cinco simulações de chapa e o atual corregedor Raimundo Cutrim apareceu em primeiro e segundo lugar. A simulação que tem ele como candidato a presidente e a atual presidente Madalena Serejo como corregedora obteve 217 votos (34 no TJ e 183 na internet).

A simulação com Cutrim para presidente e Jamil Gedeon para corregedor teve 125 votos (50 no TJ e 75 na internet). A chapa Stélio Muniz/Madalena Serejo teve apenas 11 votos (6 no TJ e 5 na internet) e a chapa Madalena/Jamil Gedeon obteve 14 votos (12 no TJ e 1 na internet).

Essa eleição não tem valor nenhum porque quem vota mesmo são os desembargadores. No entanto, mostra o ânimo da categoria com seus futuros mandatários. Neste sábado é a vez dos juízes realizarem eleição simulada. A tendência é que Stélio seja o vencedor.

O presidente do Sindjus declarou, em caráter pessoal, sua preferência por Cutrim devido ao fato dele ter mantido uma excelente relação com os servidores nestes quase dois anos em que está à frente da Corregedoria. “O histórico dele conosco me deixa à vontade para dizer que vejo com simpatia à ascensão do corregedor à presidência”, afirmou Aníbal Lins.

José Cláudio Pavão Santana esclarece

sex, 30/11/07
por Décio Sá |
categoria Sem Categoria

O procurador geral do Estado, José Cláudio Pavão Santana, encaminhou nota ao blogue negando que tivesse por trás da campanha desencadeada pelo “Jornal Pequeno” contra as candidaturas dos desembargadores Nelma Sarney e Cleones Cunha, à vaga a ser aberta com o fim do mandato do desembargador Jorge Rachid no TRE.

A informação foi postada na matéria sobre a eleição de Nelma – “Choro e ranger de dentes no TJ” – devido ao amplo comentário feito por desembargadores após a sessão.

“Não procede qualquer informação nesse sentido, porquanto não é característica minha proceder dessa forma contra qualquer pessoa, seja autoridade ou não. Com a Sra. Desembargadora Nelma Sarney mantenho relação cordial e respeitosa.

Qualquer atribuição a minha pessoa nesse sentido é mentirosa, pois minha formação moral impõe-me civilidade, cordialidade, embora, nunca subserviência.

Surpreendeu-me que V. Sa., com quem até então mantive cordial relação, tenha lançado tamanha acusação a minha pessoa sem qualquer prévia checagem, o que o levou a acusar-me indevida e injustamente.

Reafirmo que minha relação com todos os Desembargadores do Tribunal de Justiça do Maranhão, como com qualquer outra autoridade, é pautada na ética, respeito e urbanidade, sendo-me característico externar pessoalmente minhas opiniões, sem que me use de subterfúgios para tanto”, diz José Cláudio em sua resposta.

Em nenhum momento tentei acusar o procurador, com quem mantenho relação cordial. Já até postei recentemente neste espaço sua posição contrária ao fim do voto secreto no Legislativo. Apenas relatei o que ouvi após a sessão do TJ. Os esclarecimentos só estão sendo feitos agora e não no dia porque somente hoje recebi a resposta.

Aí tem!

sex, 30/11/07
por Décio Sá |
categoria Sem Categoria


Seplan centraliza todas as compras de computadores feitas pelo Governo do Estado


Para Victor, a centralização está onerando a compra de computadores

O deputado Victor Mendes (PV) ocupou no meio da semana a tribuna da Assembléia Legislativa para reclamar da atuação da Secretaria-Adjunta de Tecnologia e Informática (Seati), ligada diretamente à Secretaria de Estado de Planejamento, comandada pelo secretário Aziz Santos.

Segundo ele, a Seati centralizou todas as compras de computadores da administração pública do estado do Maranhão. “Se o secretário de Educação quiser comprar um microcomputador para uma escola, terá que passar primeiro pela Seati, que está ligada diretamente ao secretário Aziz Santos”, reclama.

Para Victor, Seati não está priorizando as compras dos fornecedores do Maranhão. Ele garante que os fornecedores de produtos de informática locais não estão vendendo para a Seati, porque a secretaria está dando prioridade aos produtos adquiridos diretamente da fábrica, como a Itautec e Microsoft.

“A Seati está onerando ainda mais o processo de venda de computadores de informática. Então, uma comissão de vendedores do ramo me procurou para reclamar e tentar entender a quem beneficia a Seati. As empresas que complementavam suas vendas, fornecendo produtos de informática para o governo do Estado estão quebrando”, disse.

(com informações da Assembléia Legislativa).

Eurídice persegue sindicalista que fez greve

sex, 30/11/07
por Décio Sá |
categoria Sem Categoria

O líder da oposição na Assembléia Legislativa, deputado Ricardo Murad (PMDB), em pronunciamento nesta quinta-feira (29), classificou de “arbitrária e ilegal” a suspensão do presidente do Sindicato dos Servidores do Sistema Penitenciário do Maranhão, César Castro Lopes, por determinação da secretária Eurídice Vidigal (Segurança Cidadã). Segundo Ricardo, o policial foi suspenso por 70 dias.

Ricardo defendeu a atuação do policial, “que sempre esteve à frente das lutas da categoria, na defesa da melhoria das condições de segurança dos agentes penitenciários”. Na avaliação do deputado, a secretária Eurídice Vidigal deveria respeitar o líder sindical enquanto trabalhador e líder de classe.

“É assim que se trata uma liderança sindical que está cumprindo com o seu dever. E o que é pior, sem direito de defesa?”, questionou Ricardo, anunciando que vai disponibilizar o acesso do policial à Justiça.

Ainda sobre o sistema penitenciário do estado, Ricardo Murad também denunciou uma outra firma que vai fornecer alimentação aos presos, de nome Manzana, segundo ele, trazida do Rio Grande do Sul pelo filho de um dos assessores de Eurídice Vidigal.

Os líderes do governo, Edivaldo Holanda (PTC), e do Bloco Parlamentar Progressista (BPP), Marcelo Tavares (PSB), disseram que a suspensão do sindicalista foi em decorrência dele ter quebrado a hierarquia do sistema de segurança do estado. Os dois disseram desconhecer o mérito do processo administrativo que levou à punição do sindicalista, mas que o sistema “precisa manter o princípio da hierarquia”.

Saúde

No mesmo pronunciamento, o líder oposicionista anunciou o colapso no sistema de saúde de São Luís, agravado pela suspensão das marcações de consultas no Pan Diamante, Laboratório Central, Unidades da Alemanha e do Bequimão.

Segundo ele, “estas unidades estão fechadas para exames há vários dias e a culpa é do prefeito Tadeu Palácio, que não vem pagando os prestadores de serviço”.

“Está havendo problema de recursos financeiros, assim como aconteceu no Socorrão II com a greve dos neurocirurgiões. Nós estamos tendo um colapso sem a oferta de marcação de consultas para população. Isso não pode ficar assim, porque doença não espera”, declarou.

(com informações da Assembléia Legislativa).

Chico do Rádio, um prefeito enrolado

qui, 29/11/07
por Décio Sá |
categoria Sem Categoria

O prefeito de Davinópolis, Chico do Rádio (PDT), anda todo enrolado com o Ministério Público Estadual, Polícia Federal (PF) e Delegacia Regional do Trabalho (DRT).

Uma equipe formada pela promotora Márcia Haydée Porto de Carvalho, da Promotoria de Defesa do Patrimônio Público e da Probidade Administrativa, estará nesta sexta-feira no município para apurar denúncia nos autos do inquérito civil nº05/07.

A denúncia foi feita pelo vereador Jolimar Hilarino (PTB). Durante a apuração, a promotora estará acompanhada por engenheiros e pelo denunciante.

Pesquisando nas prestações de contas de Chico do Rádio, o vereador descobriu que ele pagou duas construtoras por obras realizadas por funcionários da prefeitura: a da Unidade Mista de Saúde e das avenidas e praças que levam o nome do falecido deputado Davi Alves Silva.

Há três semanas, policiais federais estiveram na cidade atrás de Chico do Rádio, que deixou o PR e bandeou-se para o PDT do governador Jackson Lago. Não obtiveram êxito. A visita teria a ver com ações da PF na Reserva Biológica do Gurupi onde o prefeito mantém uma fazenda.

Em novembro passado, fiscais da DRT libertaram vinte trabalhadores em situação análoga à escravidão nessa fazenda. Condições de alimentação e moradia precárias foram algumas das irregularidades encontradas no local.

A fazenda está localizada dentro da reserva, área de preservação ambiental reconhecida pelo Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama). O grupo de fiscalização do DRT apreendeu na propriedade dez motosserras e espingardas (foto). Foram encontrados também macacos e tatus mortos.

Relembre aqui.

Em cartaz, os indiciados da Navalha

qui, 29/11/07
por Décio Sá |
categoria Sem Categoria

O governador Jackson Lago (PDT), que se dizia democrático, resolveu processar todo jornalista que cita seu indiciamento na Operação Navalha. Como se nós tivéssemos culpa pelas ações da Polícia Federal, do Ministério Público Federal e da Justiça Federal.

Todos os jornais do país deram a notícia de sua quase prisão, mas ele só resolveu processar os jornalistas maranhenses que não rezam na sua cartilha.

Pois bem. A reprodução acima é da página do Superior Tribunal de Justiça (STJ). Veja como aparece o governador do Maranhão e outros maranhenses pegos pelos federais: INDICIADO.

Por falar em Operação Navalha, o governador vem se reunindo com seus advogados e secretários para preparar uma estratégia de defesa para o dia da denúncia, que segundo o procurador-geral da República, Antonio Fernando Souza, acontece ainda este mês.

Vai tentar atrair o povão para o seu lado. Será que consegue?

Deu no blog do Noblat

qui, 29/11/07
por Décio Sá |
categoria Sem Categoria


Múcio não convence ala rebelde do PMDB

Roseana Sarney (PMDB-MA) ofereceu, ontem à noite, um jantar em sua casa, no Lago Sul, em Brasília, para receber o novo Ministro das Relações Institucionais, José Múcio Monteiro (PTB-PE).

Dos 20 senadores peemedebistas, 15 estiveram presentes. Somente José Sarney (AP), que estava em Nova York para o lançamento do seu livro, Saraminda, Mão Santa (PI), Gerson Camata (ES), Jarbas Vasconcelos (PE) e Geraldo Mesquita (AC) não foram.

O assunto da noite, CPMF, não saiu do lugar. Nem José Múcio, nem o líder do governo no Senado, Romero Jucá contam mais com os votos de Mão Santa (PI), Jarbas Vasconcelos (PE) e Geraldo Mesquita (AC) pela prorrogação do imposto.

Já Pedro Simon (RS), está na lista pró-CPMF do partido. Questionado sobre o assunto, Simon respondeu:

- Eu sou PMDB. Não tenham dúvida.

Garibaldi Alves, possível sucessor de Renan Calheiros (AL) na presidência do Senado, chegou de terno novo, cabelo cortado e bem perfumado.

Um senador até brincou:

- Você não está conquistando votos, está seduzindo.

- É, mas se eu não ganhar (a eleição pela presidência do Senado), vou ter que dividir entre vocês o dinheiro que estou gastando com as mudanças -, respondeu Garibaldi.

Durante o jantar foi servido peito de peru, arroz branco e salada verde. O vinho foi por conta de Wellington Salgado (PMDB-MG).

O grande momento da noite, não foi a chegada do ministro José Múcio, e sim do presidente do PMDB, Michel Temer (SP).

Temer, que já foi motivo de briga dentro do PMDB, quando concorreu à presidência do partido com Nelson Jobim, foi ovacionado pelos presentes.

Comedido, apenas agradeceu a todos. Preferiu não discursar.

Aziz quer Luiz Pedro no Esporte

qui, 29/11/07
por Décio Sá |
categoria Sem Categoria

Depois de Eduardo Telles, Miguel Pinheiro, Mauro Jorge e uma filha de Mauro Bezerra, agora é o nome do secretário Luiz Pedro (Chefia de Gabinete) que pode entrar na cotação de candidatáveis à Secretaria de Esportes.

Pelo menos é o que deseja o grupo do secretário Aziz Santos (Planejamento). Reunidos recentemente na casa do secretário, essa ala do PDT se mostrou interessada em fazer movimento em favor de Luiz Pedro junto ao governador.

Presente ao encontro, o chefe de gabinete não endossou muito a idéia. Disse que prefere ficar perto de Jackson Lago a ter de ir para o lugar de Mauro Bezerra. No entanto, Aziz e seu grupo vem insistindo na articulação.

Pensando bem, essa mudança seria ótima para Luiz Pedro. Boêmio, ele poderia acordar um pouco mais tarde e ainda encontraria desculpa para perder a barriguinha.



Formulário de Busca


2000-2014 globo.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade