Formulário de Busca

Prefeitura de São Luís

seg, 31/03/08
por Décio Sá |
categoria Sem Categoria


Julião Amim, o candidato dele mesmo e de Aziz

Terminou agora há pouco na sede do PDT a reunião em que o deputado Julião Amim (foto:Biaman Prado) lançou oficialmente ao partido sua candidatura à . Apesar do deputado ter passado a semana toda anunciando, nem o governador Jackson Lago e nem o prefeito Tadeu Palácio compareceram ao evento.

Apelativo e chateado com a ausência do governador, Julião disse que “eu vou botar a cara para manter o que construir com o doutor Jackson”. Para muitos pedetistas presentes, a declaração pareceu uma espécie de chantagem contra o governador.

O deputado defendeu a candidatura própria do PDT, mas disse que se o partido não for para o segundo turno ele apoiaria o secretário Canindé Barros (PSL). O fato soou estranho já que Julião esteve no lançamento da candidatura de Canindé na Câmara de Vereadores sábado.

O parlamentar declarou ainda que apoiou a candidatura do então vereador Tadeu Palácio à presidência da Câmara no final dos anos 90 e defendeu o nome do atual prefeito como vice de Jackson em 2000. Não é bem assim. O próprio Julião é quem queria ser o candidato a vice na ocasião.

Julião parece ter sofrido um surto amnético ao afirmar que “eu nunca estive do outro lado da ponte”, ou seja, aliado do grupo do senador José Sarney. No entanto, foi Julião e o ex-secretário João Abreu as principais pontes para a aliança Jackson/Roseana em 2000.

Pelo que o deputado disse todas as obras de Jackson em São Luís tiveram sua participação. “Ele está com a Síndrome de Adão”, brincou um pedetista de alto coturno.

Um fato chamou atenção durante a reunião: a turma do secretário Aziz Santos (Planejamento), inclusive os empreiteiros do governo do estado, que não estiveram no lançamento das outras pré-candidaturas do partido, estava em peso na de hoje.

Para alguns observadores, isso é prova mais do que cabal que Aziz é quem estar por trás do lançamento do nome de Julião. Seria uma forma de se vingar de Tadeu, que o demitiu da Secretaria de Fazenda em 2003.

Ribamar Alves irritado com Jackson Lago

seg, 31/03/08
por Décio Sá |
categoria Sem Categoria

Depois do ex-governador José Reinaldo Tavares, do ministro aposentado Edson Vidigal (ambos do PSB) e do tucano Roberto Rocha, agora é o deputado Ribamar Alves (PSB) que anda falando cobras e lagartos do governador Jackson Lago (PDT) por conta de sua possível aproximação com o grupo do senador José Sarney (PMDB).

Uma candidata a vereadora de Satubinha estava no escritório do presidente do PSB quando ele disparou.

- Eu sabia, eu sabia que esse Jackson era um traidor! Sabia que ele iria voltar para o pessoal de Sarney. Ele traiu Gardênia, Cafeteira, Conceição e Roseana – dizia.

- Mas deputado, não era isso que vocês queriam? – questionou a candidata a vereadora.

- Era, mas no fundo eu sabia que ele ia nos trair – continuou.

Na conversa, Ribamar Alves afirmou ter tido uma informação de Brasília dando conta de que o provável acordo com o grupo Sarney passa pelo apoio de Jackson à candidatura do hoje ministro Edison Lobão (Minas e Energia) ao Governo do Estado.

Segundo a tese levantada pelo deputado do PSB, os candidatos ao Senado seriam o próprio Jackson e a atual senadora Roseana Sarney (PMDB).

Sílvio Bembem e o chororô petista

Foi transformada em um verdadeiro muro de lamentações a festa de aniversário de subsecretário Sílvio Bembem (Igualdade Racial) realizada domingo. Eram petistas preocupados em ter o mesmo fim que o “companheiro” Márcio Jardim.

Com a fusão das Secretarias de Esportes e Juventude, Jardim foi catapultado do governo, apesar das promessas que terá sua situação contornada. Possivelmente vai ser mandado para o “purgatório”, como é mais conhecida a assessoria especial do governo do estado.

Questionado sobre o problema durante o aniversário, Jardim saiu-se com essa:

- Eu vou para o Rio Grande do Norte – afirmou para espanto dos colegas.

- Rio Grande do Norte é colégio onde dou aula lá no Santa Cruz – explicou depois.

No assunto: o secretário-geral do PT soube numa mesa de bar que estava fora da administração Jackson Lago.

Tadeu fashion week

seg, 31/03/08
por Décio Sá |
categoria Sem Categoria


Biaman Prado/O Estado do Maranhão

Depois de muitas plásticas, o prefeito Tadeu Palácio (PDT), 61 anos, anda de visual novo. Na convenção do PSL, realizada sábado na Câmara Municipal, ele apareceu com essa gargantilha. A peça é muito utilizada por jogadores de futebol e pagodeiros.

Há quem garanta que são influências do novo love, a vice-prefeita de Penalva Gardênia Pereira Pinto. No assunto: o casal de pombinhos foi visto passeando junto no início da noite desse mesmo sábado no São Luís Shopping Center.

Escândalo em Caxias

seg, 31/03/08
por Décio Sá |
categoria Sem Categoria


O que o Fantástico não mostrou

Excelente a reportagem do Fantástico sobre o caos na educação de Caxias. No entanto, faltaram alguns detalhes na matéria, que talvez por falta de tempo, não foram explorados.

Faltou dizer, por exemplo, que a cidade foi a mesma onde o próprio Fantástico mostrou ano passado crianças estudando debaixo de uma mangueira e como merenda esses estudantes comiam as próprias mangas que caíam sob suas cabeças.

Faltou mostrar ainda que além de um hospital recém reformado, o prefeito Humberto Coutinho constrói no município a Faculdade de Ciências e Tecnologia do Maranhão (foto acima).

Também seria interessante saber do governador Jackson Lago (PDT) e do ex-juiz e deputado federal Flávio Dino (PC do B), aliados de todas as horas do prefeito caxiense, o que eles acham de todas essas denúncias (foto abaixo).

Deu no Fantástico

dom, 30/03/08
por Décio Sá |
categoria Sem Categoria


Corrupção deixa escolas de Caxias sem merenda

Na terceira maior cidade do Maranhão, crianças não têm o que comer na escola. E o banheiro delas é o mato. Sem merenda, alunos levam de casa tudo o que têm para o lanche: farinha, óleo e sal. Enquanto isso, a prefeitura compra 22 toneladas de uma carne que não existe. A reportagem é de Eduardo Faustini.

“Queria cadeira, banheiro novo, pia no nosso banheiro, quadro, merenda”, enumera Isamara, de 12 anos.

O Fantástico visitou duas escolas de ensino fundamental da zona rural de Caxias, a terceira maior cidade do Maranhão. Nelas, a palavra ‘escola’ ainda faz sentido por um único motivo: as professoras, os pais e os pequenos alunos acreditam na educação.

Carteira destruída, carteira sem assento, encosto desfolhado, vigas do teto arrebentadas. Para esses brasileirinhos, falta quase tudo. Mas, para fornecedores da prefeitura e empreiteiros contratados pelo município, dinheiro não parece ser um problema.

“A prefeitura paga direitinho?”, pergunta o repórter.

“Paga, paga. Aqui o prefeito é bom pagador”, ri o engenheiro José Ribamar Serra.

Enquanto isso, ir à aula pode ser muito perigoso. Crianças caminham na beira da estrada. Elas têm pressa.

“A gente tenta chegar cedo, porque se chegar tarde, as cadeiras não prestam”, conta Isamara.

Continue lendo a reportagem aqui. Clique acima para assisti-la.

O trator roubado que servia ao governo

dom, 30/03/08
por Décio Sá |
categoria Sem Categoria


Enchedeira roubada em Teresina prestava serviços ao Deint em Pirapemas

O delegado piauiense Francisco Chagas Costa, o Bareta, mexeu num vespeiro ao investigar o roubo de tratores e caminhões roubados no Maranhão. Tudo começou com essa enchedeira da foto acima tomada de assalto no dia 8 de outubro no povoado Alegria, em Teresina (PI).

Ela foi localizado na última quarta-feira passada (26) trabalhando em obras do Governo do Estado no município de Pirapemas (MA). Prestava serviço o Deint (Departamento Estadual de Infra-Estrutura e Transporte), presidido pelo ex-prefeito de Timon Chico Leitoa (PDT).

Segundo reportagem de O Estado do Maranhão, a enchedeira foi alugada por José Raimundo Tales Chaves Júnior, o Júnior Bolinha, ao empresário Eduardo José Barros Costa, proprietário da construtora, que pagava R$ 10 mil mensais pela máquina.

Eduardo Costa garante que não sabia a procedência do equipamento, já que Júnior Bolinha, que é responsável pela distribuição de Coca-Cola em Santa Inês, lhe apresentou a nota fiscal. Para alugar a enchedeira roubada, os supostos proprietários teriam conseguido até uma nota fiscal falsa da Tratorpila do Brasil Ltda., em Belo Horizonte (MG). O documento já está em poder da polícia.

Júnior Bolinha e Marcos André Brás Mendonça, o Marquinho, proprietário de uma cerâmica em Zé Doca, seriam atravessadores de máquinas roubadas, segundo informou o delegado Bareta. Ele já apreendeu dez máquinas roubadas no Maranhão.

Te cuida, Humberto Coutinho!

dom, 30/03/08
por Décio Sá |
categoria Sem Categoria


Caxias volta a virar escândalo nacional

O município de Caxias, cidade onde nasceu o poeta Gonçalves Dias, voltou a virar escândalo nacional. E mais uma vez na área da educação. Em novembro passado (veja post do dia 6) os telejornais da Rede Globo deram amplo destaque a estudantes da rede municipal que assistiam aulas debaixo de uma mangueira e na falta de merenda escolar comiam as mangas que caíam sobre suas cabeças (foto).

Agora é o Fantástico, da mesma Rede Globo, quem voltou ao município. “É um escândalo nacional. Você vai conhecer um município onde as crianças, além de passar fome, não têm transporte, carteira e banheiro”, diz a chamada do programa.

“Como é que você faz quando tem de ir ao banheiro?”, pergunta o repórter do Fantástico a um dos alunos. “Tem de ir lá no mato mesmo”, responde o estudante.

Ontem, o Jornal da Band também mostrou uma longa reportagem sobre o caos na educação caxiense.

Veja aqui a chamada do Fantástico deste domingo.

João Castelo, diárias e “pesquisas”

dom, 30/03/08
por Décio Sá |
categoria Sem Categoria

O presidente da Emap (Empresa Maranhense de Administração Portuária) e pré-candidato do PSDB à Prefeitura de São Luís, João Castelo, não toma jeito.

A última do homem: mandou aumentar as diárias do pessoal do Porto do Itaqui, incluindo as dele próprio. Em portaria, Castelo subiu suas diárias para R$ 600, do superintendente do órgão para R$ 500, dos coordenadores para R$ 400, e dos demais servidores para R$ 300.
Nesta segunda-feira o tucano vai embolsar R$ 7,2 mil referentes a 12 diárias, incluindo sábado e domingo.

No assunto: já está dando na cara a estratégia de Castelo para convencer o governador Jackson Lago e o prefeito Tadeu Palácio (ambos do PDT) a apoiarem sua candidatura ao Palácio La Ravardière.

Toda vez que se aproxima o dia de uma definção dos pedetistas ele manda publicar uma pesquisa onde aparece nas alturas. O veículo usado é sempre o mesmo: O Imparcial. Depois recompensa o matutino com anúncios generosos do Porto do Itaqui.

Neste domingo, na “pesquisa” feita pelo Instituto Exata, ele aparece com 48%.

Veja anuncia livro de Renan

Na semana passada anunciei aqui que o ex-presidente do Senando Renan Calheiros (PMD-AL) estava escrevendo um livro contanto o episódio envolvendo a jornalista Mônica Veloso.

Na ocasião citei que ele dedicaria um capítulo – “A Farsa de Goiânia” – ao caso envolvendo o ex-senador Chiquinho Scórcio (PMDB). Na edição que está nas bancas a coluna Radar, da revista Veja, também trata do assunto.

O livro do Renan
Renan Calheiros resolveu escrever um livro para contar a sua versão sobre os calientes episódios que o levaram a ser apeado da presidência do Senado. Assinou um contrato com a editora Geração e pensa em lançar o livro em agosto.”

Que melancia!

dom, 30/03/08
por Décio Sá |
categoria Sem Categoria

Rio – Musa do momento no mundo do funk, Andressa Soares – mais conhecida como Mulher Melancia – será capa e recheio de edição especial da “Playboy” em abril, nas bancas a partir do dia 4.

Na sexta-feira, a revista – que terá 64 páginas exclusivamente dedicadas a ela sob o rótulo de “Paixão nacional” – divulgou imagens da dançarina – e agora cantora -, num aperitivo do que vem por aí.

Até o início deste mês, Andressa era dançarina do MC Créu, famoso pelo hit homônimo que virou uma espécie de hino do Flamengo, ao lado da Mulher Jaca, apelido de Daiane Cristina.

Mas a moça começou a faltar shows por conta das fotos para a revista e decidiu deixar o grupo de funk. Semana que vem, Melancia assina contrato com a Warner Music para lançar-se como cantora de pop e funk melody. Ela está tendo aulas de canto na gravadora e já tem as 14 músicas de seu primeiro CD.

Leia mais aqui.

Jackson Lago começa rifar PT do governo

sáb, 29/03/08
por Décio Sá |
categoria Sem Categoria

Esse filme todos nós já vimos em 1996 quando o hoje governador Jackson Lago (PDT) era prefeito de São Luís. O subsecretário de Juventude e secretário-geral do PT, Márcio Jardim, perdeu o cargo após a fusão das secretarias de Esportes e Juventude.

O secretário Weverton Rocha assumiu a pasta na ontem. O petista (na foto com seu banquinho na Rua Grande) foi informado que estava fora da nova estrutura no início da semana. Seu lugar foi ocupado por um membro do PC do B. No governo, prometeram ao secretário-geral do PT que ele será recompensado futuramente.

Esse é o segundo petista que é “rifado” da administração estadual. O primeiro foi Henrique Sousa, um dos adjuntos da secretária Telma Pinheiro (Infra-Estrutura e Cidades). A subsecretária Mary Ferreira (PT) também deixou o cargo, mas por conta de disputas internas com o secretário Joãozinho Ribeiro (Cultura), também petista.

Tanto o cargo de Márcio Jardim quanto o de Henrique Sousa fizeram parte de uma negociação do PT com o governo. Eles foram escolhidos depois de intensa disputa interna no partido.

A demissão do petista teria a ver também com a disputa municipal em Arari. Márcio Jardim faz oposição ao prefeito Leão Santos (PTB), apesar de ter um irmão secretário municipal. Leão é irmão do todo-poderoso secretário Aziz Santos (Planejamento). Foi Aziz quem comandou a fusão das secretarias de Esportes e Juventude e bancou no cargo de secretário Weverton Rocha.

Histórico

Em 1996, Jackson agiu da mesma forma com o PT: primeiro usou e depois jogou fora. Convenceu o então deputado federal Domingos Dutra (PT) a ser seu vice, abrindo vaga na Câmara Federal para o pedetista Neiva Moreira.

Ainda durante a campanha para prefeito quis “rifar” Dutra por causa de denúncias feitas no horário eleitoral acusando o candidato a vice-prefeito de vencer a rifa de um apartamento organizada por ele próprio.

A muito custo, o PT foi para o governo mas não durou um ano. Após muitas desavenças com o PDT por conta de questões éticas na administração, os petistas foram afastados.

Na época membro do PT, o então secretário Moacir Feitosa deixou o partido e se filiou ao PDT. Com isso, preservou seu pescoço e continuou no governo Jackson.



Formulário de Busca


2000-2014 globo.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade