Formulário de Busca

Justiça Eleitoral suspende inserções na televisão

ter, 30/09/08
por Décio Sá |

Vocês devem estar estranhando o horário eleitoral desde a tarde desta terça-feira. Não está passando praticamente nenhuma inserção dos candidatos à Prefeitura de São Luís. É que os juízes da propaganda mandaram supender todas as que estivessem parecidas em conteúdo, sem o nome da coligação visível ou ainda com trucagem e imagem externa.

Isso foi feito porque os candidatos estavam usando os outros para colocar suas inserções. Por exemplo: João Castelo (PSDB) tinha uma inserção suspensa pela Justiça Eleitoral e pedia para Waldir Maranhão (PP) colocar no horário reservado a ele.

Foi o que ocorreu no final de semana com várias propagandas atacando inclusive o senador José Sarney. O curioso é que quem representou contra Castelo em um desses comerciais, que atingia Flávio Dino (PCdoB), foi o pedetista Clodomir Paz. Ele só não sabia que a vinheta estava passando no horário do candidato progressista.

Quininha lidera pesquisa em Itinga

ter, 30/09/08
por Décio Sá |

Pesquisa realizada pela Escutec mostra que se as eleições fossem hoje o prefeito e candidato à releição Francisco Valbert Queiroz, o Quininha (PP), venceria a disputa pela Prefeitura de Itinga com 51,2% da votação. A ex-deputada Vete Botelho (PDT) teria 44,9%. A pedetista lidera o índice rejeição com 47,2% contra 40,5% de Quininha. Para os entrevistados, o prefeito é o grande favorito para vencer a disputa com 50,2%. Os que disseram acreditar na vitória de Vete Botelho somam 43,2%.

A Escutec ouviu 301 pessoas em Itinga nos dia 27 e 28 deste mês. A margem de erro da pesquisa é de 4% para mais ou para menos e ela está registrada na 98ª Zona Eleitoral sob o número 39548/2008. Veja os números e a íntegra da pesquisa.

Intenção de voto (espontânea)
Quininha- 51,2%
Vete Botelho – 44,9%
Nulo/Branco – 0,7%
NS/NR – 3,3%

Rejeição
Vete Botelho – 47,2%
Quininha – 40,5%
Ninguém – 5%
NS/NR – 7,3%

Leia aqui a íntegra da pesquisa.

Santa Inês: Ribamar Alves vai perder de novo

ter, 30/09/08
por Décio Sá |

Depois de ter sido defenestrado no voto da direção do PSB, o deputado Ribamar Alves deve amargar mais uma fragorosa derrota política este ano. Segundo pesquisa Escutec divulgada na edição desta terça-feira do jornal O Estado do Maranhão, o prefeito e candidato à reeleição Roberth Bringel (DEM) vai dar uma verdadeira “surra” na sua principal concorrente na disputa pela Prefeitura de Santa Inês. O democrata tem 64,9% da intenções contra apenas 28% de Luana Alves (PSB), mulher do deputado.

Questionado sobre quem vencerá a eleição os entrevistados deram grande maioria para Bringel (74,7%) contra apenas 10,8% que acreditam que a dentista Luana Alves conseguirá “operar” um milagre nesta eleição. A Escutec ouviu 407 pessoas entre os dias 27 e 28 deste mês. A pesquisa está registrada na 77ª Zona Eleitoral sob o número 39483. Veja os números e a íntegra do levantamento.

Intenção de voto (estimulada)
Roberth Bringel – 64,9%
Luana Alves – 28%
Ninguém – 1,5%
NS/NR – 5,7%

Quem vai vencer a eleição?
Roberth Bringel – 74,7%
Luana Alves – 10,8%
NS/NR – 14,5%

Leia aqui a íntegra da pesquisa.

Manin lidera com folga disputa em Santa Quitéria

ter, 30/09/08
por Décio Sá |

Pesquisa Escutec divulgada nesta terça-feira pelo jornal O Estado do Maranhão mostra que o prefeito e candidato à reeleição Osmar de Jesus da Costa Leal, o Manin, venceria a eleição com folta em Santa Quitéria. Ele obteve 65,5% das intenções de voto contra apenas 29,3% de Júnior Bastos – mais que o dobro do adversário. Os eleitores que disseram acreditar na vitória de Manin somam 60,5% contra apenas 21,4% que apostam no socialista.

Segundo a Escutec, 86,8% dos entrevistados disseram que não vão mudar o voto até o dia da eleição. A pesquisa ouviu 304 pessoas nos dias 24 e 25 deste mês, tem margem de 4% para mais ou para menos e está registrada sob número 1833/2008 na 24ª Zona Eleitoral. Veja os números e a íntegra do levantamento.

Intenção de voto (espontânea)
Manin – 65,5%
Júnior Bastos – 29,3%
Branco/Nulo – 0,7%
NS/NR – 4,6%

Quem vai ganhar a eleição?
Manin – 60,5%
Júnior Bastos – 21,4%
NS/NR – 18,1%

Leia aqui a íntegra da pesquisa.

Germano lidera pesquisa em Loreto

ter, 30/09/08
por Décio Sá |

Pesquisa Escutec divulgada na edição desta terça-feira de O Estado do Maranhão mostra que a eleição está apertada em Loreto. O candidato Germano Martins Coelho (PRB) aparece com 50,4% dos votos contra 45,3% obtidos por Marcos Franco Martins Bringel, o Mafran (PDT). A diferença é de apenas 5,1 pontos percentuais, ficando no limite da margem de erro que é de 4%.
 
Para os entrevistados, Germano (46,1%) vai vencer a eleição – 42,6% acreditam na vitória do pedetista. A Escutec ouviu 258 pessoas entre os dias 25 e 26 de setembro. A pesquisa está registrada na 62ª Zona Eleitoral sob o número 3927/2008. Veja os números e a íntegra da pesquisa.

Intenção de voto (espontânea)
Germano – 50,4%
Mafran – 45,3%
Nulo/Branco – 1,2%
NS/NR – 3,1%

Quem vai ganhar a eleição?
Germano- 46,1%
Mafran – 42,6%
NS/NR- 11,2%

Leia aqui a íntegra da pesquisa.

TV Globo informa que não realizará debates no Rio, São Paulo e Fortaleza; São Luís ainda é dúvida

ter, 30/09/08
por Décio Sá |

A TV Globo decidiu não realizar neste ano debates eleitorais em São Paulo, Rio, Fortaleza e Curitiba. São Luís ainda é dúvida por causa de um ação ajuizada pelo deputado Pedro Fernandes (PTB). Nota divulgada nesta terça-feira (30) explica que a lei eleitoral impõe restrições que obrigam emissoras de rádio e TV a chamar para os debates todos os candidatos de partidos com representação na Câmara dos Deputados.

Em São Paulo, a emissora previa a participação dos cinco candidatos mais bem colocados nas pesquisas, mas três deles não assinaram o acordo proposto. Por razões semelhantes, não serão realizados os debates nas outras capitais mencionadas. Segundo a emissora, se houver segundo turno, o debate está assegurado, previsto para o dia 24 de outubro.

Leia abaixo a íntegra da nota.

“COMUNICADO

A TV Globo não promoverá, este ano, o debate de primeiro turno entre os candidatos a prefeito em São Paulo. A emissoras de rádio e TV, a lei eleitoral em vigor impõe restrições que limitam a liberdade de imprensa: obriga, por exemplo, que chamem para os debates, indistintamente, todos os candidatos de partidos com representação na Câmara dos Deputados, mesmo aqueles que chegam ao fim da campanha com índices inexpressivos nas pesquisas eleitorais.

Para realizar o debate com um número menor, a lei exige que emissoras entrem num acordo com os candidatos – oito, no caso de São Paulo. Este acordo tem sido tentado desde maio. Para que aqueles com menos densidade eleitoral abrissem mão do debate, a TV Globo ofereceu cobertura muito maior do que aquela a que fariam jus inicialmente se apenas critérios jornalísticos fossem levados em conta. Esta cobertura já foi ao ar. A TV Globo agiu assim constrangida pelas restrições à liberdade de imprensa presentes na lei eleitoral. A imprensa deve cobrir o que é notícia, de forma livre e espontânea: aqueles que, ao longo do processo, ganham densidade eleitoral são naturalmente mais bem cobertos, crescem nas pesquisas e asseguram um lugar nos debates. É assim a dinâmica no mundo democrático. É como deveria ser aqui também.

Continue lendo aqui.

Paraíba lidera pesquisa na Raposa

ter, 30/09/08
por Décio Sá |

Pesquisa de intenção de voto realizada na Raposa e diuvlgada na edição desta quinta-feira de O Estado do Maranhão mostra que se a eleição fosse hoje o prefeito Onacy Paraíba (PP) seria eleito com 48,2% dos votos. Em segundo lugar aparece o ex-prefeito José Laci (PSDB) com 38,8%, João Bragança (PMDB) tem 7,8% e Laurivan do Posto (PRB) aparece com 1,6%, segundo levantamento estimulado.

Paraíba e Laci lideram o índice rejeição com 37%, seguido de João Brangança (7,2%), Laurivan do Posto (3,6%) e o petista Francisco Torres (2,3%). A Escutec ouviu 307 pessoas entre os dias 23 e 24 deste mês. A pesquisa tem margem de erro de 4% para mais ou para menos e foi registrada na 93ª Zona Eleitoral sob o número 39135/2008. Veja os números e a íntegra da pesquisa.

Intenção de voto
Espontânea/Estimulada

Paraíba – 48,2% – 48,2%
Laci – 38,1% – 38,8%
João Bragança – 6,2% – 7,8%
Laurivan do Posto – 1,6% – 1,6%
Branco/Nulo – 0,7% – 0,3%
NS/NR – 5,2% – 3,3%

Rejeição (espontânea)
Paraíba – 37,5%
Laci – 37,1%
João Bragança – 7,2%
Laurivan do Posto – 3,6%
Torres – 2,3%
NS/NR – 12,4%

Leia aqui a íntegra da pesquisa.

Deu na Folha: Candidata a vereadora pelo PSB é suspeita de burlar Bolsa Família em Timon

ter, 30/09/08
por Décio Sá |

Por Elvira Lobato (da Folha de S. Paulo)

Candidata a vereadora pelo PSB na cidade de Timon (MA), Gislene Alcântara Magalhães e Silva é suspeita de ter burlado o programa Bolsa Família. Ao fazer o recadastramento dos beneficiários do programa, a Secretaria Municipal de Desenvolvimento e Assistência Social de Timon descobriu que a candidata omitira seu rendimento na Universidade Estadual do Maranhão para obter a ajuda do governo federal.

Gislene, que se apresenta na campanha como Gigi, era chefe da biblioteca da universidade, em Timon, e afastou-se do cargo para disputar a eleição. A candidata disse à Folha que não sabia do que a repórter estava falando: ‘‘Meu amor, desconheço o que você está falando. Como jornalista, deve convir que isso não procede’’.

Do cadastro dos beneficiários do Bolsa Família, disponível para consulta no site do Ministério do Desenvolvimento Social, consta que ela recebeu o benefício até agosto passado. Mas seu nome já não está na folha de pagamentos de setembro.

A candidata se cadastrou no Bolsa Família em maio de 2006. Na ocasião, informou que a única renda da família vinha da pensão da mãe, de R$ 350 mensais. Com o salário de chefe da biblioteca, de cerca de R$ 650, ela superou o limite de renda para inclusão no programa, de R$ 120 mensais per capita.

Um vice deslumbrado

seg, 29/09/08
por Décio Sá |

Olhem só as imagens do helicóptero que levou o pastor e governador em exercício Luiz Carlos Porto (PPS) sábado passado a Pinheiro pousando em plena praça pública no Centro da cidade. O vice-governador deslumbrado foi ao município participar de uma carreata do candidato Leonaldson Castro, o Dr. Léo (PDT).

Nesta terça-feira na Assembléia, o deputado Raimundo Cutrim (DEM) denunciou que todos os atos do vice podem ser nulos porque o governador Jackson Lago (PDT) tirou licença ainda não aprovada pela Assembléia.

Nota: Texto alterado às 12h40 para acréscimo de informações.

Flávio Dino acusa Castelo por panfletos apócrifos

seg, 29/09/08
por Décio Sá |

rodrigo-comerciario-e-flavio-dino.jpgO candidato comunista Flávio Dino reuniu hoje a imprensa para negar pela enésima vez nesta campanha qualquer ligação sua com  o grupo liderado pelo senador José Sarney. Em post abaixo eu já analisei esse fato quando disse que se ele tiver ligação com alguém este alguém é o ex-governador José Reinaldo (PSB).

O ex-juiz federal (na foto com o vice Rodrigo Comerciário) responsabilizou diretamente o tucano João Castelo pelos panfletos apócrifos atacando sua candidatura e boatos que visariam evitar que ele chegue ao 2º turno. Segundo o comunista, os panfletos têm a mesma características dos ataques que vêm sofrendo no horário eleitoral por parte do PSDB.

Ele se solidarizou com as seis pessoas e suas famílias detidas hoje pela Polícia Federal na UFMA distribuindo os panfletos. “Elas também são vítimas. Foram pagas para isso”, declarou. O candidato levou a mãe, Rita Dino, à coletiva para desmentir boato que teria agredido o pai com um soco e ela estaria internada à míngua em um hospital da cidade. Outro boato que circula na cidade é que ele fecharia os templos evangélicos.

“Essa é uma estratégia usada pela velha direita. Eu acreditava que Castelo viesse debater no campo da política, defender a candidatura dele dizendo que é o mais preparado e não partisse para a criminalização da eleição através de uma série de boatos”, denunciou.

Ele apresentou ofício enviado hoje pelo presidente do PCdoB, Aldo Rabelo, ao diretor-geral da Polícia Federal, Luiz Fernando Correa, solicitando reforço no policiamento da capital para garantir a lisura do pleito e evitar a compra de votos através dos bocas-de-urna.

Apesar de condenar os ataques do adversário, ele defendeu a recente campanha “Xô Castelo” e “Castelo Nunca Mais” colocada em curso pelo PDT, PT e PCdoB. “Aquele foi um movimento estudantil claramente identificado a respeito de um fato verdadeiro – a Greve de 79. O que eles falam de mim é falso. Eu nunca tive encontro com a senadora Roseana e nem fiz aliança com o grupo Sarney”, justificou.

Foto: De Jesus/O Estado do Maranhão.



Formulário de Busca


2000-2014 globo.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade