Formulário de Busca

Falsos moralistas do Senado em apuros

dom, 31/01/10
por Décio Sá |

jarbas vasconcelos 310110Lembram dos falsos moralistas do Senado? Pois bem, a chamada grande imprensa vem revelando a verdadeira face de Tião Viana (PT-AC) e Jarbas Vasconcelos (PMDB-PE). Está na coluna Panorama da Veja desta semana a seguinte nota:

“O Ministério Público Federal virou-se contra os dirigentes petistas do Acre. Candidato ao governo local, o senador Tião Viana foi denunciado por propaganda eleitoral fora de época. O ex-governador Jorge Viana, seu irmão, foi envolvido em uma ação mais cabeluda. Os procuradores apontam irregularidades na compra de um helicóptero feita pelo atual governador, Binho Marques. Ele teria pago R$ 2 milhões a mais pelo aparelho, que é fabricado pela Helibras, empresa presidida por Jorge Viana, seu padrinho político.

Só para lembrar: Tião Viana emprestou o celular funcional do Senado para filha durante uma viagem ao México. Preço da brincadeira: R$ 14 mil. Mais: nomeou um funcionário do seu gabinete numa empresa terceirizada da TV Senado e sonegou à Justiça Eleitoral uma casa em condomínio luxuoso em Rio Branco (AC) no valor de R$ 600 mil (reveja).

Já MaraJarbas, que só namora “pitelzinho” (reveja), foi pego agora mais uma vez com a boca na botija. Segundo matéria publicada dia 23 pela Folha de S. Paulo, o falso moralista de Pernambuco recebeu R$ 510 mil em dinheiro e sem recebido da Construtora Camargo Corrêa para sua campanha em 2006. A revelação consta de uma planilha apreendida pela Polícia Federal durante a operação Castelo de Areia. Leia a íntegra da matéria aqui.

Vox Populi: Dilma sobe 9 pontos e Serra cai 5

dom, 31/01/10
por Décio Sá |

serra caretaSão Paulo – Uma nova pesquisa da Vox Populi, encomendada pela TV Bandeirantes e divulgada ontem apontou que o atual governador de São Paulo, José Serra (PSDB), leva vantagem na corrida presidencial, com 34% das intenções de voto. Dilma Rousseff (PT),  ministra-chefe da Casa Civil, está em segundo lugar, com 27%.

Na pesquisa anterior, divulgada em dezembro pela Vox Populi, apontava que Serra (foto) obteria 39% dos votos contra 18% de Rousseff. Em pouco tempo, a favorita do Presidente Lula conseguiu um crescimento de 9%
nas intenções de voto.

A pesquisa ouviu 2 mil pessoas em 23 Estados e no Distrito Federal, entre os dias 14 a 17 de janeiro. O levantamento tem margem de erro de três pontos percentuais. Essa é a primeira pesquisa eleitoral a ser
divulgada em 2010.

O deputado federal Ciro Gomes aparece com 11% das intenções de voto, seguido pela senadora e ex-ministra de Lula Marina Silva, com 6% da preferência dos entrevistados.Os brancos e nulos ficaram em 10%, sendo que 9% se disseram indecisos ou não opinaram.

Os números:
Com Ciro concorrendo:
José Serra (PSDB) caiu para 34%
Dilma Rousseff (PT) subiu para 27%
Ciro Gomes (PSB) ficou com 11%
Marina Silva (PV) com 6%

Sem Ciro concorrendo:
José Serra (PSDB) fica com 38%
Dilma Rousseff (PT) com 29%
Marina Silva (PV) com 8%.

(Agência Estado).

PCdoB pode punir vereadores que receberam R$ 600 mil do tucano João Castelo

dom, 31/01/10
por Décio Sá |
categoria Política local

PSEUDO BOlha, tem-se de tirar o chapéu para o prefeito João Castelo (PSDB). O homem criou uma crise dos diabos no PCdoB do rival Flávio Dino. Tudo por conta de uma matéria publicada na edição deste sábado de O Estado do Maranhão, de autoria do repórter Diego Torres, dando conta que os vereadores comunistas Rose Sales e Fernando Lima receberam R$ 330 mil e R$ 276 mil, respectivamente, em emendas da Prefeitura de São Luís. O problema é que os dois comunistas destinaram os recursos  aos cofres de entidades comandadas (ou que já foram) pelos próprios cônjuges.

Flávio Dino fez uma reunião de emergência neste sábado com a direção do PCdoB. O homem soltava faísca por tudo quanto é poro. Exigiu da direção municipal de São Luís uma posição enérgica contra os camaradas. Em conversas paralelas, os membros do partido falaram até em expulsão.

Tudo porque não pega bem para o PCdoB, que está querendo afastar Castelo da prefeitura na Justiça Eleitoral, vê seus vereadores recebendo dinheiro de Castelo. Pior: destinado a entidades comandadas por parentes.

Isso é o que se pode chamar de um doce veneno tucano. Abaixo, a íntegra da reportagem:

Comunistas recebem R$ 600 mil em repasses feitos pela Prefeitura

Os vereadores Fernando Lima e Rose Sales (ambos do PCdoB) receberam mais de R$ 600 mil em emendas parlamentares da Prefeitura de São Luís para entidades dirigidas por parentes. O Instituto Hugo Reis, presidido por Henrique Moreira, marido da vereadora Rose Sales, recebeu R$ 330 mil. Já a Associação de Pais e Amigos de Deficientes Auditivos (Apada), que foi dirigida por Dirce Lima, esposa do vereador Fernando Lima, recebeu R$ 276 mil.

Fernando Lima e Rose Sales

Fernando Lima e Rose Sales: na mira do PCdoB

O PCdoB requer na Justiça Eleitoral, em três ações, a cassação do mandato de prefeito João Castelo (PSDB) por abuso de poder econômico. As ações foram ajuizadas pelo deputado federal Flávio Dino (PCdoB). Tanto Fernando Lima quanto Rose Sales confirmaram o recebimento das emendas parlamentares para suas entidades.

A vereadora Rose Sales disse a O Estado que usou R$ 80 mil dos R$ 330 mil recebidos para a compra do imóvel onde funcionará a partir de março a sede do Instituto Hugo Reis (homenagem ao seu pai),na Avenida São Sebastião, nº 79, no bairro Anil. Os R$ 250 mil restantes seriam aplicados em obras em seis bairros que, segundo ela, compõem o Grande Anil.

Segundo Rose Sales, ela mesma decidiu onde serão aplicados os recursos e fez questão de ressaltar que se opõe somente politicamente a Castelo e não à sua pessoa. A vereadora disse não ver problemas em destinar R$ 330 mil ao instituto comandado pelo seu marido.

“É normal em qualquer cidade do país que o prefeito destine verbas a todos os parlamentares. Fiz uma parceria interinstitucional entre a Secretaria Municipal de Obras e o Instituto Hugo Reis. O fato de uma entidade ligada a um vereador receber o dinheiro é mais uma forma de administrar onde e como serão aplicados os recursos”, afirmou. São Luís é uma das poucas capitais do país que vereador recebe emenda.

O vereador Fernando Lima, em entrevista por telefone, afirmou apenas que recebeu R$ 10 mil para a realização do Curso de Prevenção a Doenças Cardiovasculares, promovido pela Sociedade Brasileira de Cardiologia do Maranhão (SBC/MA), e R$ 40 mil para a reforma do prédio onde funciona a Maternidade Nossa Senhora da Penha, no Anjo da Guarda.

Fernando Lima é dirigente da SBC. A Prefeitura não confirmou a reforma do hospital. Lima negou que a Apada, da qual é ex-presidente, tivesse recebido verbas municipais.

Segundo a edição do Diário Oficial do Município de 7 de janeiro de 2010, a Apada recebeu R$ 276 mil, por meio de “parceria interinstitucional” com a Secretaria Municipal da Criança e Assistência Social. A presidente da associação era Dirce Lima, mulher do comunista.

Notícias da noite

sáb, 30/01/10
por Décio Sá |
categoria Política local

O que será, que será!
Eles se separaram oficialmente em abril de 2006, isso depois de uma relação barulhenta, de muitos enlaces e desenlaces. Ocorre que, também oficialmente, eles compraram juntos, em 29 de abril do ano passado, como se ainda casados fossem, uma jóia do mercado imobiliário brasiliense pela bagatela de R$ 1,2 milhão. Detalhe: à vista, nota sobre nota. A beleza de apartamento tem 304,99 m² fica no 6º andar do Bloco F da SQN 212, Lote 04, Quadra  212, Brasília – DF. O pior é que em casa ele diz para atual mulher ser o homem mais pobre do mundo. Agora cabe a pergunta: será que eles vão informar o negócio à Justiça Eleitoral na campanha deste ano? Vou estar de olho.

Fim de carreira
Com a aposentadoria do desembargador Mário Lima Reis a sua vaga será preenchida por um juiz de direito, pelo critério da antiguidade. O mais antigo é o juiz José Luís Almeida. Logo ele será o próximo desembargador do Tribunal de Justiça. A próxima vaga será por merecimento e a outra por antiguidade. O juiz mais antigo, desta feita, seria Abrahão Lincoln Sauáia, titular da 6ª Vara Cível de São Luís, atualmente afastado pelo CNJ por mau procedimento. Só que o próprio CNJ decidiu esta semana que juiz condenado por infração disciplinar não pode ser promovido, ainda que por antiguidade. Assim, no máximo, o Abrahão permanecerá como juiz, mas jamais se tornará desembargador.

fatima e jackson 300110Queimação no MP
Pura coincidência? É impressionante como os ex-secretários mais enrolados dos governos Jackson Lago (PDT) e José Reinaldo (PSB) só procuram o escritório do advogado Fabiano Rodrigues que, por coincidência, é primo da procuradora-geral Fátima Travassos (na foto com o governador cassado). Os últimos são Othelino Neto (Meio Ambiente) e Weverton Rocha (Esporte e Juventude), já denunciados à justiça com pedido de prisão preventiva acusados de desvio de dinheiro público. Em ambos os casos, o Ministério Público vai ter de se posicionar. É claro que Fátima não tem nada a ver com a clientela do escritório do primo. No entanto, como se aproximam as eleições para o comando da instituição, um fato como esse é prato cheio para seus adversários internos.

O mandão do PCdoB
Membros do PCdo já se mostram incomodados com o presidente do Comitê de São Luís e faz-tudo, Márcio Jerry, na pré-campanha do deputado Flávio Dino (PCdoB). Observam que Jerry se coloca acima até do presidente do Comitê Estadual, Gerson Pinheiro, que é quem deveria falar pelo partido. Pior: o ex-secretário do ex-prefeito Jomar Fernandes (Imperatriz) quer mandar na comunicação e até nas peças que a assessoria jurídica faz no processo de cassação do prefeito João Castelo (PSDB). Vem cá, Márcio Jerry não pensa em tentar também as urnas?

Chá-de-cadeira na Famem
O ex-presidente da Famem (Federação das Associações dos Municípios do Maranhão) e prefeito Haroldo Leda (Lago do Junco) deixou na terça-feira o prédio da entidade soltando fogo pelas narinas. Foi tentar resolver o problema de uma sobrinha que estaria sendo destratada e sequer foi recebido pelos funcionários da entidade. Irritado, ameaçou se desfiliar da federação e levar duas dezenas de prefeitos com ele. A sorte dos servidores é que o prefeito Abnadab Leda (Urbano Santos), também tio da funcionária, ainda não apareceu por lá. Tudo isso acontece porque o presidente e prefeito de Bacabal, Raimundo Lisboa (PMDB), nunca aparece na Famem.

De corpo e alma
O prefeito de Caxias, Humberto Coutinho (PDT), já está tão à vontade no grupo da governadora Roseana Sarney (PMDB) que anda fazendo um apelo ao secretário Ricardo Murad (Saúde). Quer que ele libere o ex-prefeito Cleomar Tema (Tuntum) para votar em sua mulher, a deputada Cleide Coutinho (PSB). Tema está alinhado à candidatura de Ricardo.

Fim da confusão
A competente advogada Alice Brito foi eleita nesta sexta-feira presidente da Anoreg-MA (Associação de Notários e Registradores do Maranhão). Uma de suas primeiras providências vai ser pedir desistência, junto às instâncias superiores, da ação que gerou decisão do STF retornando a não-concursados nove cartórios no estado.
 
Menos um
O ex-prefeito Luiz Osmany (Lago da Pedra) teve as contas do exercício financeiro de 2005 rejeitadas pelo TCE. Da decisão ainda cabe recurso. Mas se ele não reverter o quadro estará inelegível para as eleições deste ano. Osmany tenta voltar à Assembleia Legislativa.

Candidatura de Alexandra gera crise no clã Tavares

sáb, 30/01/10
por Décio Sá |
categoria Política local

A suposta candidatura da ex primeira-dama Alexandra Tavares a uma vaga na Assembleia Legislativa está gerando confusão na família do seu ex-marido. O principal chateado com a história seria o presidente do Poder Legislativo, deputado Marcelo Tavares.

Alexandra Tavares 300110Alexandra (foto) , que é filiada ao PSB, vem demonstrando a intenção de entrar na política a jornalistas “balaios” e “calça-curtas” (sem diploma de jornalismo). Caso se confirme, a candidatura pode prejudicar o projeto de reeleição de Marcelo.

O presidente da Assembleia e a mulher dele, Silvana Tavares, não suportam Alexandra desde a época do governo José Reinaldo (2002-2006). Marcelo foi secretário de Articulação Política mas não tinha força nenhuma junto ao tio, na época ainda apaixonado por Alexandra – dizem que até hoje o amor continua. Eles se separaram em 2006. Marcelo e a ex primeira-dama viviam às turras porque ela se metia até na articulação política.

Deputados contaram ao blog acreditar que Marcelo sequer tentará a reeleição, no que eu não acredito. Segundo esses parlamentares, a relação do presidente com os colegas é o pior possível. Com os funcionários da Casa, nem se fala.

Citam três casos administrativos: o presidente teria cortado o plano de saúde de alguns funcionários da Assembleia e foi o primeiro presidente nos últimos anos a não entregar a cesta de Natal aos servidores. No início do mês funcionários tiveram de fazer uma “vaquinha” para pagar o caixão do motorista conhecido por Amâncio no valor de R$ 700. “Isso não é atitude de quem quer se eleger”, afirmou um membro da Mesa-Diretora.

Os parlamentares lembram que Marcelo não tentou a reeleição quando foi eleito pela primeira vez, com pouco mais de 20 anos, no início dos ano 1990. “Ele já tem esse histórico e a chegada de Alexandre pode minar mais seu eleitorado”, analisa o deputado, lembrando que desde a posse da governadora Roseana Sarney (PMDB) vários prefeitos já aderiram ao governo.

Para complicar esse cenário, cresce entre membros do PSB o sentimento de que já há Tavares demais candidatos pelo partido. Além do presidente da Assembleia e do ex-governador, o presidente da legenda, José Antonio Almeida, primo de Marcelo, vai tentar voltar à Câmara Federal.

A Alexandra seria o quarto membro (ou ex-membro) do clã a usar a legenda para galgar a carreira política. Em entrevista ontem, José Antonio não se mostrou muito disposto a levar o PSB a embarcar em mais uma aventura. Disse que na última reunião da Executiva sequer surgiu o nome da ex primeira-dama como pretensa candidata. “Não há oligarquia quando os nomes são submetidos à soberania popular”, defendeu.

Outro lado

O presidente da Assembleia, que está em São Paulo, disse não haver crise alguma com a suposta candidatura de Alexandra. “Não tenho nada com Alexandra, nem falo com ela. Acho que ela vai reforçar nossa chapa que ficou desfalcada com a saída de alguns nomes como do Cleomar Tema (ex-prefeito de Tuntum). Pelo que estou sabendo ela vai ser candidata a deputada federal, mas se for estadual será melhor. Ela não tira voto meu”, acredita.

Marcelo contou não haver oligarquia no partido porque “quem escolhe é o povo”. Ele também negou mau relacionamento com os funcionários da Casa. “Isso tudo é fofoca. O plano de saúde eu fiz foi aumentar. Recebo todos os servidores como nenhum outro presidente recebeu”, afirmou.

PSB ameaça lançar candidatura própria

sáb, 30/01/10
por Décio Sá |
categoria Política local

Wagner Castro e José Antonio anunciam decisões do PSB

Wagner Castro e José Antonio anunciam decisões do PSB

O presidente do Diretório Estadual do PSB, José Antonio Almeida, disse nesta sexta-feira durante coletiva de imprensa que o partido pode lançar candidato próprio ao governo em 2010. Apesar disso, ele não descarta coligação com outras agremiações que não estejam alinhados à candidatura da governadora Roseana Sarney (PMDB).

José Antonio reuniu jornalistas na sede da legenda para informar sobre algumas deliberações tomadas pela Executiva em reunião realizada quinta-feira. “Reafirmamos nossa posição de oposição ao Governo do Estado. Em relação a candidaturas não descartamos nenhuma hipótese, inclusive a candidatura própria”, disse.

Na verdade, a Executiva se reuniu preocupada com a posição da deputada Cleide Coutinho, depois que o blog anunciou em primeira mão a adesão do marido dela, o prefeito Humberto Coutinho (PDT-Caxias), ao grupo da governadora. Uma das posições tomadas pelo partido foi proibir qualquer filiado e parlamentar de fazer parte ou compor com o Goveno do Estado. Medida exclusivamente para intimidar Cleide e Humberto Coutinho.

- O PSB então está mandando um recado para a Cleide? – questionei
- Para bom entendedor, meia palavra basta – respondeu José Antonio.

Ele disse que quem descumprir a determinação “não terá segurança nennhuma que será candidato em 2010″. Ameaça direta para a primeira-dama caxiense.

O PSB criou uma comissão formada, além do seu presidente, pelos deputados Marcelo Tavares e Domingos Paz, o ex-deputado Luciano Leitoa e o ex-governador José Reinaldo, com objetivo de discutir coligações com outras agremiações partidárias. No entanto, a decisão final caberá ao Diretório Estadual.

Internamente, membros do PSB criticam muito o fato da legenda está hoje a reboque do pensamento político da família Tavares. Essa comissão, por exemplo, tem três membros do clã. José Antonio é primo de Marcelo. Ele, porém, afirma que sempre foi membro do PSB e politicamente não tem vinculação com os parentes. Você acredita?

Para complicar, a ex primeira-dama Alexandra Tavares está ensaiando lançar sua candidatura pelo partido no que seria uma “oligarquia tavariana socialista”.

Segundo o presidente, “não há oligarquia quando os nomes são submetidos à soberania popular”, ou seja, ao voto. Ele disse não saber da pretensa candidatura de Alexandra a uma vaga na Assembleia, apesar dela vir anunciando a intensão através da mídia “balaia”.

- Tivemos uma reunião aqui e foram ventilados vários nomes, mas ninguém falou dela. Não fui procurado por ninguém (ligado a Alexandra) nesse sentido – afirmou.

Em relação ao Senado, contou que o PSB tem dois pré-candidatos: José Reinaldo e o jovem Wagner Castro.

Flávio Dino faz peregrinação dizendo ser candidato

sex, 29/01/10
por Décio Sá |
categoria Política local

Valéria Lauande, Dino e Macieira na OABMA

Valéria Lauande, Flávio Dino e Macieira na OABMA

Sem nenhum prefeito e membro histórico do PCdoB ao seu lado, o deputado Flávio Dino passou o dia peregrinando por diversas entidades para anunciar sua candidatura ao governo. Aproveitava para divulgar uma carta assinada pela direção do partido com críticas genéricas a situação do Maranhão e defendendo a realização de um “amplo debate político” no sentido de mudar esta realidade.

Dino esteve pela manhã na Associação Comercial, CUT e Assembleia de Deus. Agora à tarde, foi recebido na OAB pelo presidente Mário Macieira e pela vice-presidente Valéria Lauande. Ela estava com um vestido vermelho, as cores do PCdoB.

Apesar da carta não fazer nenhum referência clara à candidatura do deputado, ele afirmou a Macieira ser candidato. “Não iria iniciar uma batalha dessa sem visitar essas entidades representativas. Estamos apresentando uma proposta para romper uma era política. Sabemos que a OAB não pode se posicionar, mas a visita tem esse simbolismo institucional”, disse o comunista.

Ele estava acompanhado apenas de assessores, do irmão Sálvio Dino, a ex primeira-dama de São Luís Tati Lima, dos vereadores Fernando Lima e Rose Sales, do deputado estadual Rubens Júnior (PCdoB) e de dirigentes não-históricos do partido.

A conversa foi bastante descontraída. Macieira lembrou que Flávio Dino, além de amigo-irmão, foi seu primeiro patrão. Ele começou a carreira no escritório de advocacia do hoje deputado do qual mais tarde se tornaria sócio. Afirmou, no entanto, ser “primo de sua maior adversária (Roseana Sarney)”. O presidente da OAB explicou que a entidade vai apresentar um conjunto de compromissos programáticos a todos os candidatos, principalmente a questão carcerária e da Defensoria Pública.

No final da conversa, Flávio Dino voltou a brincar dizendo desejar ter 100% dos votos dos advogados do Maranhão, “mas se não der 80% resolve”. De lá, ele foi fazer uma visita ao arcebispo de São Luís, Dom Belisário.

Leia aqui a “Carta do PCdoB ao Povo do Maranhão”.

Decisão do STF atinge apenas nove cartórios do MA

sex, 29/01/10
por Décio Sá |
categoria Judiciário

Do Consultor Jurídico:

Gilson Dipp 290110Brasília - Ao contrário do que a revista Consultor Jurídico publicou, nesta quinta-feira (28/1), a decisão do ministro Cezar Peluso, vice-presidente do Supremo Tribunal Federal, não reintegra mais de cem cartorários no estado do Maranhão. Em nota pública, o corregedor nacional de Justiça, ministro Gilson Dipp (foto), esclarece que a decisão atinge apenas titulares não-concursados de nove cartórios extrajudiciais que tem recursos pendentes na Justiça maranhense.

Ainda segundo a nota, “a Corregedoria Nacional de Justiça tomará todas as providências disciplinares cabíveis para que as decisões provisórias que permitiram a exclusão de nove cartórios extrajudiciais do Maranhão do concurso público que estava em andamento sejam apreciadas sob a luz do princípio da celeridade, pelo órgão judicial competente, de forma a evitar-se insegurança jurídica, conforme, aliás, consta da mesma decisão do Supremo Tribunal Federal”.

A decisão do ministro Peluso se aplica somente aos interinos que estão provisoriamente protegidos por decisões judiciais. São eles: o 3º Tabelionato de Notas de São Luís, o 1º Ofício de Chapadinha, o 2º Ofício da Comarca de Arari, o Ofício único de Esperantinópolis, o 2º Ofício de Vitorino Freire, o 2º Ofício de Grajaú, o 2º Ofício de Balsas, o 2º Ofício de Santa Helena e o 2º Ofício de Barra do Corda.

De acordo com a nota, “ao contrário do que sugerem as notícias da imprensa, a decisão do Supremo Tribunal Federal não tem qualquer relação com as 7.828 decisões provisórias de vacância decorrentes da Resolução 80 do CNJ. Também não há relação entre a referida decisão do Supremo Tribunal Federal e a Resolução 81 do CNJ, que tem por finalidade garantir a transparência dos novos concursos de provas e títulos realizados sob a luz do artigo 236 da Constituição Federal”. Continue lendo aqui.

Kléber chega ao Inter para passar experiência

sex, 29/01/10
por Décio Sá |
categoria Esportes

Do Zero Hora:

Kleber Pereira no InterPorto Alegre – O centroavante Kléber Pereira (foto) foi apresentado na tarde desta sexta como novo reforço do Inter. Em entrevista coletiva no Beira-Rio, o experiente jogador de 34 anos afirmou que pretende aproveitar sua experiência para passar dicas aos jovens atacantes colorados: Taison, Marquinhos, Walter e Leandro Damião.

– Estou aqui para ajudar, para passar coisas que aprendemos no decorrer da vida. Ainda mais na Libertadores, quem já foi campeão sabe disso. O Inter está em busca disso. Vou procurar passar algumas coisas para os jovens. Eles vão aprender bastante, é melhor para eles. Tomara que dê tudo certo – afirmou.

O atacante garante ser o tipo de jogador que pensa mais no coletivo. Por isso, evitou falar se espera ganhar uma chance no time titular.

– Isto é com o professor. Vamos disputar muitas competições, com certeza todos vão jogar. Independente se for eu, Alecsandro, Taison, o importante é o que vamos fazer dentro do clube. Tenho de fazer por merecer e ajudar o Inter. Leia mais aqui.

Decisão do PDT fará Jackson romper com PSDB-MA

sex, 29/01/10
por Décio Sá |

Carlos Lupi e Dilma Roussef 290110

Para desespero do PSDB do Maranhão, a direção nacional do PDT tem outros planos para Jackson Lago. Ontem, durante almoço em que anunciou apoio à candidatura da ministra Dilma Roussef (Casa Civil), os pedetistas pediram que a candidata do PT suba também no palanque do governador cassado no Maranhão.

Os tucanos locais estavam exigindo que Lago declaresse apoio ao governador José Serra (PSDB-SP) caso desejasse o apoio da legenda (reveja). A articulação agora melou.

No almoço, que ocorreu na residência da ministra (na foto ela aparece ao lado de Lupi), ficou acertado que Dilma terá palanque duplo no Maranhão: o de Lago e o da governadora Roseana Sarney (PMDB). Dilma afirmou que isso não seria problema, e lembrou que Lago foi seu companheiro de PDT.

— O partido disse que não poderia ficar desmoralizado no Maranhão. A ministra Dilma disse que não teria dificuldade nesse ponto, e assumiu o compromisso de subir no palanque de Jackson Lago — informou o deputado Brizola Neto (PDT-RJ).

Portanto, Jackson vai ter de dar adeus a turma de Roberto Rocha e Aderson Lago e sua candidatura terá dificuldade de agregar outros partidos da base de sustentação do governo Lula, a maioria já com posição definida e também contra o alinhamento ao nome do pedetista. Leia mais aqui.



Formulário de Busca


2000-2014 globo.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade