Formulário de Busca

Arnaldo Melo é eleito presidente da Assembleia

ter, 01/02/11
por Décio Sá |
categoria Política local

O deputado Arnaldo Melo (PMDB) foi eleito na manhã desta terça-feira presidente da Assembleia Legislativa. Ele teve 25 votos contra 15 de Manoel Ribeiro (PTB).

Além do petebista foram eleitos Marcos Caldas (PRB – 1º vice-presidente), Neto Evangelista (PSDB – 2º vice-presidente), Afonso Manoel (PMDB – 3º vice-presidente), Francisca Primo (PT – 4º vice-presidente).

Veja os votos de cada um dos deputados, por ordem alfabética.

Chapa “União pelo Maranhão” (Arnaldo Melo): Afonso Manoel (PMDB), Alexandre Almeida (PTdoB), André Fufuca (PSDB), Bira do Pindaré (PT), Carlinhos Florêncio (PHS), Cleide Coutinho (PSB), Doutor Pádua (PP), Edilácio Júnior (PV), Edson Araújo (PSL), Eduardo Braide (PSB), Eliziane Gama (PPS), Francisca Primo (PT), Gardênia Castelo (PSDB), Hélio Soares (PP), Jota Pinto (PR), Léo Cunha (PSC), Luciano Leitoa (PSB), Marcelo Tavares (PSB), Marcos Caldas (PRB), Neto Evangelista (PSDB), Raimundo Louro (PR), Rogério Cafeteira (PMN) e Zé Carlos da Caixa (PT).

Chapa 2 (Manoel Ribeiro): Antonio Pereira (DEM), Camilo Figueiredo (PDT), Carlinhos Amorim (PDT), crlos Filho (PV), César Pires (DEM), Graça Paz (PDT), Hemetério Weba (PV), Max Barros (DEM), Raimundo Cutrim (DEM), Ricardo Murad (PMDB), Rigo Teles (PV), Roberto Costa (PMDB), Stênio Rezende (PMDB), Valéria Macedo (PDT), Vianey Bringel (PMDB) e Victor Mendes (PV).

Deputados tomam posse na Assembleia

ter, 01/02/11
por Décio Sá |
categoria Política local

Acabou agora há pouco a sessão de posse dos deputados estaduais eleitos ano passado. A expectativa agora é em relação à eleição da nova mesa-diretora marcada para as 11h30.

Com apoio do chamado “bloquinho”, o deputado Arnaldo Melo (PMDB) é apontado como favorito. No entanto, os deputados Max Barros (DEM) ou Manoel Ribeiro (PTB) podem bater chapa com o peemedebista. O mais provável é que Max seja o candidado do grupo da governadora Roseana Sarney (PMDB).

Os deputados alinhados ao “bloquinho” chegaram de ônibus e entraram pela parte de trás do prédio da Assembleia. Após a posse eles voltaram a se confinar numa sala da presidência. Eles evitam contato com os colegas do outro grupo.

Bastidores de uma eleição inusitada

ter, 01/02/11
por Décio Sá |
categoria Política local

“Quanto mais conheço os homens, mais admiro os cães”, dizia Rui Barbosa, segundo lembrança feita por um leitor de Governador Archer. A frase se encaixa com uma luva à situação ridícula em que se transformou a eleição na Assembleia Legislativa do Maranhão. 

Braide disse ter perdido o controle do filho

Desde sábado um grupo de deputados se confinou como se fosse gado numa fazenda de Carlos Braide (PMDB) nos arredores de Santa Rita. Eles passaram o tempo jogando sinuca e baralho. Até um cabeleireiro foi chamado ao local. Vão chegar ao prédio da Assembleia nesta terça-feira num micro-onibus, de mão dadas, como se fossem para o abate, e se posicionar num lado do plenário. Coisa de eleição de Câmara no interior. Na verdade, há alguns anos atrás Isaías Pereirinha (PSL) fez o mesmo em São Luís. 

PhD em traição, Braide pai teve a coragem de ligar para vários colegas ontem e dizer não ter controle sobre o filho. Eduardo Braide (PMN) é um dos comandantes da trairagem contra a governadora Roseana Sarney (PMDB). 

O agora ex-deputado teria chamado o próprio rebento de “mau caráter”, segundo seus próprios interlocutores contaram ao blog. Ninguém acreditou.
 
Já Rogério Cafeteira, o Rogério Porcão (PMN), está com o filho Vinícus, de menos de um ano, doente. O garoto estaria internado num hospital da cidade. Mesmo assim preferiu permanecer no confinamento. Não seria um pai desnaturado? Vale tudo pelo poder? 

Relatei ontem aqui que muitas amizades e até laços de familiares estão se rompendo. O pai de Léo Cunha (PSC), por exemplo, classificou de “molecagem” o que o filho estava fazendo. Um irmão dele disse que vai à Assembleia e quer ver de perto se o deputado tem coragem de votar contra o candidato de Roseana, apesar de tudo feito por ele. 

Já Ricardo Murad (PMDB) está traquilo. Ontem recebeu uma ligação do marqueteiro Duda Mendonça dizendo que essa sua saída da disputa foi a melhor coisa que lhe aconteceu. 

Segundo ele, Ricardo vai ter muito mais dividendos políticos ao concluir o projeto de construção dos 72 hospitais iniciadas ano passado no Maranhão. 

Em relação à eleição, com apoio do “bloquinho”, Arnaldo Melo (PTB) é o nome mais forte. Mas tudo pode acontecer até as 11h30, horário da votação.

Ricardo retira candidatura à presidência da Assembleia e volta à Secretaria de Saúde

seg, 31/01/11
por Décio Sá |
categoria Política local

O deputado Ricardo Murad acaba de anunciar a retirada de sua candidatura à presidência da Assembleia. Disse que como surgiu um movimento contra seu nome, preferiu sair da disputa para evitar problemas para o governo Roseana. 

Ricardo e Carlos Filho durante entrevista

O deputado Carlos Filho (PV) também retirou seu nome da disputa pela 1ª Secretaria. Agora, segundo Ricardo, todos devem sentar à mesa para discutir um nome de consenso. 

Ele citou os nomes de Arnaldo Melo (PTB) e Hélio Soares (PP), alinhados ao “bloquinho”, e Max Barros (DEM) e Manoel Ribeiro (PTB) como os mais comentados e que desejam ser esse candidato de consenso à presidência da Assembleia. 

Hoje a bancada do PDT firmou posição no apoio ao candidato a ser indicado pelo Palácios dos Leões. Os deputados Graça Paz, Valéria Macedo, Carlinhos Amorim e Camilo Figueiredo também declaram o alinhamento da legenda ao governo Roseana Sarney (PMDB). 

A governadora afirmou que Ricardo volta imediatamente para o comando da Secretaria de Saúde.

Governo antecipa pagamento para sábado

sex, 25/06/10
por Décio Sá |
categoria Política local

Para que os servidores públicos estaduais possam brincar o São João com mais tranquilidade e dinheiro no bolso, o Roseana foto oficial 250610Governo do Estado decidiu antecipar o pagamento dos salários para este sábado (26). Pelo calendário, o funcionalismo receberia seus vencimentos somente a partir de 29 de junho, Dia de São Pedro.

Com a mudança no calendário, todos os funcionários receberão o pagamento no sábado (26), incluindo aposentados e pensionistas, servidores da Casa Civil, da Defensoria Pública Estadual, da Controladoria Geral do Estado, da Procuradoria Geral do Estado, Corregedoria Geral do Estado, das Secretarias, das Unidades Regionais, da Polícia Militar e Corpo de Bombeiros, ativos e reformados, além servidores de Autarquias, Fundações e de Empresas Públicas.

O recado de Lobão

seg, 21/06/10
por Décio Sá |
categoria Política local

Tempo de união e trabalho

Por Edison Lobão*

O Maranhão, não há como negar, vive um grande momento. Refletindo o ambiente de entusiasmo, esperança e confiança que contagia o país, sob a égide do maior ciclo de crescimento e desenvolvimento desde a era de Juscelino Kubitscheck, o nosso estado, definitivamente, dá adeus ao desânimo e ao pessimismo para projetar-se, com segurança, como uma das regiões mais promissoras do Brasil.

No plano econômico, impressiona o volume de investimentos, públicos e privados. Somados os recursos provenientes do Governo Federal, por intermédio do Programa de Aceleração do Crescimento (PAC), da iniciativa privada e do Tesouro Estadual, são aproximadamente R$ 110 bilhões em projetos e programas em execução ou prestes a ser executados no Maranhão, nos próximos cinco anos.

lobao na istoe 2010Os recursos abrangem praticamente todos os setores de atividades – da criação de uma Zona de Processamento de Exportações em São Luís à exploração de ouro em Godofredo Viana e Centro Novo; da implantação da refinaria Premium de Bacabeira à produção de etanol e biodiesel em Balsas; da implantação de fábrica de papel e celulose em Imperatriz à ampliação do pólo sucro-alcooleiro de Aldeias Altas. Uma característica comum a esses investimentos, que atingem todo o Maranhão: a capacidade de geração de empregos e de distribuição de riquezas e rendas.

À frente do Ministério de Minas e Energia, pasta que comandei com a credencial de senador do Maranhão, orgulho-me de haver viabilizado o maior de todos os investimentos em execução no Estado. Sozinha, a Refinaria Premium de Bacabeira – a obra mais portentosa em toda a América Latina – vai gerar mais da metade dos 230 mil empregos que deverão surgir em conseqüência dos investimentos já comprometidos para o Maranhão.

Ao contribuir, também como ministro, para a ampliação e modernização de nossa infra-estrutura energética, sem a qual a economia maranhense estaria condenada à estagnação, pavimentei o caminho para a atração de novos empreendimentos.

O desafio de todos, agora, é aproveitar as oportunidades proporcionadas pelo progresso econômico para melhorar o nosso quadro social e os nossos indicadores de Desenvolvimento Humano. Para obter os empregos que estão sendo gerados, precisamos de qualificação profissional. Para melhor qualificar os nossos candidatos a empregos, é indispensável investir em programas de formação de mão de obra. Ou seja, precisamos investir, sem reservas, na educação de qualidade e profissionalizante.

Por isso, uma de minhas preocupações, antes de deixar o Ministério de Minas e Energia, foi estabelecer, com o Ministério do Trabalho e a Petrobras, o acordo de cooperação técnica que incluiu o Maranhão no Programa de Mobilização da Indústria Nacional de Petróleo e Gás (Promimp), que está permitindo a capacitação de mais de 20 mil estudantes e trabalhadores para as obras da Refinaria de Bacabeira.

Por onde tenho andado por este vasto Maranhão, nos lugares mais ermos e remotos, observo, com satisfação, esse ambiente de entusiasmo e confiança que toma conta das pessoas – veja-se que mesmo as mais pobres estão contempladas por essa fantástica e salvadora rede de proteção social criada com os programas de previdência, Bolsa Família, Luz para Todos e tantos outros, dos governos Federal e estadual. A governadora Roseana Sarney comanda um governo dinâmico, competente e solidário, por todos reconhecido.

Nesse ambiente tão salutar, de trabalho, compromisso e responsabilidade, creio que não há lugar para os pessimistas, os derrotistas, aqueles para quem a vida pública é apenas uma arena de lutas, intrigas e paixões desenfreadas.

Mais do que nunca, é tempo de união de propósitos, esforços, objetivos, para que o Maranhão continue a avançar e a crescer, potencializando esse momento de entusiasmo e confiança no nosso futuro.

Senador da República pelo Maranhão.

Nota: Reproduzido de O Estado do Maranhão.

Sarney almoça com petistas em Brasília

dom, 20/06/10
por Décio Sá |
categoria Política local

Adelino e Anselmo com SarneyOs petistas continuam afinados com o novo momento político no Maranhão. Depois daquele encontro com Sarney, na presidência do Senado, após decisão da direção nacional em definir a aliança com o PMDB da governadora Roseana, Sarney recebeu para almoço no dia 13 a cúpula da Secretaria de Educação em almo nsa sua resid~encia na Capital Federal.

Na foto  o secretário de Educação, Anselmo Raposo, e a esposa Fernanda, e o assessor da secretaria Adelino Valente e a mulher Rosa. O deputado Fábio Braga (PMDB) e o secretário Hildo Rocha (Articulação Política) também participaram do almoço, que aconteceu após a convenção que homolou a ex-ministra Dilma Roussef como candidata do PT. No cardápio, a culinária maranhense e muita política.

Desgastado, PCdoB tenta se manter no DCE/UFMA

qui, 10/06/10
por Décio Sá |
categoria Política local

Com mais de um ano de atraso, finalmente os estudantes da UFMA terão a chance de escolher a nova equipe que presidirá o Diretório Central dos Estudantes (DCE). A eleição ocorre no dia 16 de junho e está envolta em denúncias contra a C 16hapa 3, formada em sua maioria por militantes da UJS/PCdoB e que tenta a reeleição. A eleição acontece quarta-feira 16.

PSEUdoB 100610No escurinho do cinema – no fim do ano passado – a atual gestão do DCE, leia-se Chapa 3, tentou realizar uma eleição no Campus do Bacanga. O processo foi considerado por muitos estudantes como sendo fraudulento. De acordo com denúncias da época, a eleição aconteceu em tempo recorde e vários trâmites previstos no Estatuto da Entidade foram desprezados. Vários estudantes se mobilizaram e a comunidade acadêmica boicotou o pleito frustrando os planos do PCdoB para a UFMA – a eleição não teve quórum.

Nesta ano, sob pressão de grupos de oposição, um novo pleito foi convocado. Desta vez os trâmites previstos no Estatuto estão sendo seguidos, tanto que, além da Chapa 3 (ligada ao PCdoB) existem mais 4 chapas. Mesmo assim, a militância comunista tenta dar um jeitinho de levar vantagem sobre os outros.

Na semana passada integrantes da chapa comunista reativaram o DCE (que ultrapassou em 1 ano o tempo de gestão) com o intuito de promover um arraial no Campus. O problema é que a gestão já caducou há mais de um ano e os membros que compõe o antigo diretório hoje integram a Chapa 3. Além disso, usaram a reunião para pedir apoio de CA’s e DA’s sem nenhum pudor nenhum. A reunião foi duramente criticada por todas as chapas adversárias que devem entrar com pedidos de explicação junto à Comissão Eleitoral.

A gestão “Somos o que podemos ser” (Chapa 3) foi muito criticada durante sua administração. A rádio do DCE sumiu misteriosamente de dentro das instalações da entidade e parece que nenhuma providência foi tomada. Além disso, existem denúncias de que os membros do PCdoB usam a estrutura da UFMA para beneficiar o partido. Além disso, incluíram na campanha deste ano propostas feitas pela chapa passada. Ou seja, não cumpriram a promessa em 2 anos e querem realizá-la agora apenas em 1.

A sanha dos “camaradas” em dominar o DCE pode ser explicada voltando-se a 2008, quando a entidade serviu como espécie de comitê do então candidato Flávio Dino. A vontade é que o “ponto” seja mantido para a campanha de 2010.

Isso se os estudantes permitirem.

Marcelo Tavares devolve reajuste de servidores. Agora são os deputados que reclamam dele

qua, 09/06/10
por Décio Sá |
categoria Política local

Antes tarde do que nunca. O presidente da Assembleia Legislativa, Marcelo Tavares (PSB), recuou da ideia de não repassar a parcela de 5,9% de aumento aos salários dos servidores efetivos da Casa como vinha fazendo regularmente. O percentual foi conquistado tardiamente no final do ano passado depois que fora concedido a todos os funcionários dos poderes Executivo, Judiciário e, no caso do Poder Legislativo, foi repassado apenas para os cargos comissionados. O reajuste aconteceu em junho de 2009.

marcelo tavares 270510No último sábado (reveja) o blog noticiou a insatisfação dos barnabés do poder e, diante da repercussão, o presidente voltou atrás. Ele participou de uma reunião nesta quarta-feira pela manhã com a categoria e anunciou que vai implantar o reajuste retroativo ao mês passado.

Os funcionários, no entanto, ainda reclamam do ticket-alimentação, congelado em R$ 200 há quatro anos, e do adicional de qualificação, dado aos com cursos de especialização. Sobre isso, o presidente ainda não se pronunciou.

Notas fiscais

Mas enquanto tenta agradar os barnabés, Marcelo Tavares (foto) encontra outro foco de insatisfação: os próprios deputados. Os parlamentares estão chiando da prestação de contas da verba indenizatória de R$ 15 mil. Só estão sendo aceitas as notas fiscais de estabelecimentos sem problemas com órgãos federais e estaduais.

Segundo um deputado,”o Marcelo quer que a gente chegue num determinado estabelecimento e peça certidão negativa de débito para poder aceitar a nota. Essa não é função nossa, é função do Estado. Eu não sou fiscal da Receita”, lamentou-se o parlamentar.

O problema está fazendo muito deputado não ter como cumprir alguns compromissos. A chiadeira é geral.

Prefeito repudia reportagem de O Imparcial

seg, 07/06/10
por Décio Sá |

O prefeito licenciado de Bom Jesus das Selvas, Luiz Sabry Azar (DEM), e o em exercício Escineu Carvalhedo Bizerra (PV), divulgaram nota de repúdio contra reportagem de O Imparcial publicada sábado  sobre um susposto “governo paralelo” comandado pelo deputado Ricardo Murad (PMDB).

Na sexta-feira, O Imparcial esteve na porta da residência do deputado e ouviu um suposto assessor da prefeitura de nome Almeida que fez críticas ao pequeno repasse feito ao município. Segundo Sabry e Carvalhedo, Almeida não é funcionário da administração municipal e “a intenção daquele jornal ( O Imparcial) é provocar a discórdia na classe política do nosso estado”.

Curioso é que a reportagem do matutino esteve na porta da casa de Ricardo e não o procurou para dar sua versão sobre o caso. No post abaixo “Por que tanto medo de Ricardo Murad?”, o blog já tinha tratado do tema. A íntegra da nota do prefeito de Bom Jesus das Selvas:

Nota de repúdio ao jornal O Imparcial

“Eu, Luiz Sabry Azar, prefeito de Bom Jesus das Selvas (DEM), licenciado para tratamento de saúde, e Escineu Carvalhedo Bizerra (PV), prefeito em exercício, vimos em público repudiar a atitude leviana do jornal O Imparcial, por publicar nota sem nosso consentimento e conhecimento no dia 05 de maio de 2010, sábado, na página Política, com o título “Governo Paralelo”. O que prova que a intenção daquele jornal é provocar a discórdia na classe política do nosso estado.

E comunicar que o sr. Almeida, citado na reportagem, nunca foi e nem é assessor político da prefeitura, não possuindo, portanto, qualquer autorização para falar em nome de Bom Jesus das Selvas e de seus representantes.

Quanto à visita ao deputado Ricardo Murad, em sua residência, informo que esta não foi a primeira e nem será a última, pois somos correligionários e acima de tudo amigos há muitos anos, o que nos autoriza a afirmar que desconhecemos qualquer ato que desabone sua conduta como político.

Com isso, pedimos a imediata publicação desta nota, a fim de desmentir a que fora publicada no jornal O Imparcial. Se preciso for, estou à disposição para quaisquer outros esclarecimentos nos telefones informados.

Luiz Sabry Azar.



Formulário de Busca


2000-2014 globo.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade