Formulário de Busca

Carnaval de São Luís é destaque no Jornal Nacional

ter, 16/02/10
por Décio Sá |
categoria Cidades, Vídeos

No carnaval de São Luís, a diversidade de ritmos e danças anima os foliões. Tem atração para todos os gostos (clique e veja). O fogo estica o couro e afina o instrumento. Onde tem roda de mulher dançando e homem tocando, é tambor de crioula. Uma dança trazida pelos escravos.

Os blocos afros resgatam o visual dos guerreiros das tribos. “É muita cultura, é demais”, afirma um folião.

Dançando coladinho, ou separado mesmo, é o reggae de São Luís. É dia de alegria. Os palhaços tomam conta do bairro de Madre Deus, o circuito mais tradicional do carnaval do Maranhão.

A diversidade de ritmos e sons do carnaval maranhense ganha mais um espaço na Passarela do Samba. Desta vez, com o luxo das fantasias e com uma batida que mexe com o coração. Um toque no tambor gigante e o som vai longe. Imagine um monte de tambores então.

Se o centro histórico é o coração da cidade, as ladeiras são as veias que levam a multidão para mais um show. É o bloco do Bicho-Terra contagiando quem é da cidade e quem vem de fora.

“Aqui está beleza. São Luís é maravilha!”, elogia um folião.

Bicho Terra participa de desafio musical na Globo

qui, 11/02/10
por Décio Sá |
categoria Variedades

Já no clima do Carnaval, o Bom Dia Brasil resolveu fazer uma bagunça de ritmos. Como ficariam os sambistas do Rio de Janeiro cantando o Rebolation da Bahia? E os de São Paulo, caindo no frevo de Pernambuco? Desafio feito, desafio aceito.

Na primeira reportagem da série Desafio de Carnaval, você vai ver os foliões do Maranhão cantando e pulando o carnaval de São Paulo. Sob um calor de 50ºC, os integrantes do Bicho Terra, um dos grupos musicais mais antigos e mais tradicionais da Maranhão, interromperam um show em um dos circuitos mais eletrizantes do para tentar cumprir o desafio do Bom Dia Brasil.

Direto do Sambódromo de São Paulo, os Demônios da Garoa, desafiaram os integrantes do Bicho Terra a cantar e dançar “Trem das Onze”, um clássico do samba paulista. “Estamos aceitando. Aqui também é terra de samba”, garante o cantor Roberto Brandão.

O Bicho Terra canta e a plateia samba (veja em vídeo!). Mas chegou a hora de dificultar o samba. E os Demônio da Garoa pediram para o público imitar o “cans, cans, cans, culan”. Não deu. O Bicho Terra resolveu pular porque é muito difícil.

Dança do Jacaré

No Recife, o ritmo é frevo. Mas o desfio do Maranhão para os pernambucanos é a Dança do Jacaré.

O músico-maestro Spok e a bailarina Mariângela Valença aceitam o desafio e mostram que dá para fazer requebrar como em São Luís.

Os passistas de frevo dizem que cansa, mas gostam de requebrar como o grupo maranhense (clique e veja).



Formulário de Busca


2000-2014 globo.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade