Formulário de Busca

Bastidores de uma eleição inusitada

ter, 01/02/11
por Décio Sá |
categoria Política local

“Quanto mais conheço os homens, mais admiro os cães”, dizia Rui Barbosa, segundo lembrança feita por um leitor de Governador Archer. A frase se encaixa com uma luva à situação ridícula em que se transformou a eleição na Assembleia Legislativa do Maranhão. 

Braide disse ter perdido o controle do filho

Desde sábado um grupo de deputados se confinou como se fosse gado numa fazenda de Carlos Braide (PMDB) nos arredores de Santa Rita. Eles passaram o tempo jogando sinuca e baralho. Até um cabeleireiro foi chamado ao local. Vão chegar ao prédio da Assembleia nesta terça-feira num micro-onibus, de mão dadas, como se fossem para o abate, e se posicionar num lado do plenário. Coisa de eleição de Câmara no interior. Na verdade, há alguns anos atrás Isaías Pereirinha (PSL) fez o mesmo em São Luís. 

PhD em traição, Braide pai teve a coragem de ligar para vários colegas ontem e dizer não ter controle sobre o filho. Eduardo Braide (PMN) é um dos comandantes da trairagem contra a governadora Roseana Sarney (PMDB). 

O agora ex-deputado teria chamado o próprio rebento de “mau caráter”, segundo seus próprios interlocutores contaram ao blog. Ninguém acreditou.
 
Já Rogério Cafeteira, o Rogério Porcão (PMN), está com o filho Vinícus, de menos de um ano, doente. O garoto estaria internado num hospital da cidade. Mesmo assim preferiu permanecer no confinamento. Não seria um pai desnaturado? Vale tudo pelo poder? 

Relatei ontem aqui que muitas amizades e até laços de familiares estão se rompendo. O pai de Léo Cunha (PSC), por exemplo, classificou de “molecagem” o que o filho estava fazendo. Um irmão dele disse que vai à Assembleia e quer ver de perto se o deputado tem coragem de votar contra o candidato de Roseana, apesar de tudo feito por ele. 

Já Ricardo Murad (PMDB) está traquilo. Ontem recebeu uma ligação do marqueteiro Duda Mendonça dizendo que essa sua saída da disputa foi a melhor coisa que lhe aconteceu. 

Segundo ele, Ricardo vai ter muito mais dividendos políticos ao concluir o projeto de construção dos 72 hospitais iniciadas ano passado no Maranhão. 

Em relação à eleição, com apoio do “bloquinho”, Arnaldo Melo (PTB) é o nome mais forte. Mas tudo pode acontecer até as 11h30, horário da votação.



Formulário de Busca


2000-2014 globo.com Todos os direitos reservados. Política de privacidade